É nosso cliente? Avalie-nos!

Brasil vai ter internet via satelite

Por 21 de outubro de 2011Outras Notícias
O grupo norte-americano Hughes confirmou planos de oferecer internet em banda larga, com acesso via satélite, no Brasil a consumidores residenciais.

A empresa foi uma das vencedoras, em agosto, do leilão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para exploração comercial de posições orbitais brasileiras.

A Hughes surpreendeu o mercado ao oferecer R$ 145 milhões por uma posição orbital, após acirrada disputa com a Sky. O preço significou um ágio de 3.500% sobre o valor mínimo definido pela agência reguladora. A licitação ainda está em fase de recurso administrativo. A Anatel licitou quatro posições orbitais: duas foram arrematadas pela Hughes e duas pela Star One.

Os vencedores têm prazo de cinco anos para lançar o primeiro satélite, a partir da assinatura do contrato com a Anatel, e seis anos para lançar o segundo. Durante o Congresso Latino-Americano de Satélites, encerrado na sexta-feira no Rio, o dirigente da Hughes no Brasil, Délio Morais, disse que a empresa – que hoje só atende clientes corporativos no País – pagou o preço necessário para entrar no mercado de consumo. “A charada está decifrada”, disse o executivo, ao ser questionado sobre os motivos que levaram a Hughes a elevar sucessivamente o preço. Ele não esclareceu, porém, qual o leque de serviços que a empresa pretende oferecer.

Há expectativa de que a Hughes vá concorrer com a Sky na oferta de TV paga via satélite. O acesso à internet para usuários finais, via satélite, ainda é escasso e caro no Brasil. Segundo as próprias empresas, ele atende basicamente grandes propriedades rurais em áreas remotas.

Fonte: Folha Prime, por Elvira Lobato.