É nosso cliente? Avalie-nos!

China fecha duas falsas lojas da Apple

Por 25 de julho de 2011Outras Notícias

KUNMING, China – Autoridades da cidade chinesa de Kunming fecharam duas falsas lojas da Apple. Mas o motivo não foi pirataria ou violação de direitos autorais: os estabelecimentos foram obrigados a baixar as portas porque não tinham permissão do governo para funcionar.

Segundo autoridades, das cinco lojas que diziam ser “Apple Stores” sem autorização da criadora do iPhone, apenas duas foram fechadas.

A REVELAÇÃOFalsas lojas da Apple são o novo ‘negócio da China’

A REVOLTAIrritados, clientes chineses de lojas falsas da Apple pedem o dinheiro de volta

Funcionários do governo inspecionaram mais de 300 estabelecimentos na cidade. A investigação sobre as lojas falsas teve início com o post de uma blogueira americana denunciando a farsa em um dos estabelecimento, onde até mesmo os funcionários foram convencidos de que estavam trabalhando em uma Apple Store.

Segundo uma porta-voz do governo, essa loja não foi fechada porque está se candidatando a uma licença oficial de revenda de produtos Apple.

– A mídia não deve tirar conclusões precipitadas. Alguns veículos no exterior deram a entender que as lojas vendiam produtos falsificados da Apple – disse Chang Puyun, porta-voz do governo.- A China tem se esforçado para cumprir os direitos de propriedade intelectual, e as lojas não vendiam produtos falsificados.

A Apple tem apenas quatro lojas oficiais na China, nas cidades de Pequim e Xangai. Em Kunming, a empresa só possui 13 revendedores autorizados.

Fonte: O Globo