É nosso cliente? Avalie-nos!

Facebook estuda sistema para permitir acesso de crianças à rede social

Por 30 de junho de 2014Outras Notícias

Oficialmente é proibido, mas não é difícil ver perfis de crianças menores de 13 anos no Facebook. Para tentar ganhar espaço legalmente junto a esse público, a companhia de Mark Zuckerberg está buscando uma maneira que esteja em acordo com a legislação norte-americana para avançar. Nesta semana, foi divulgado que a companhia está investindo em um sistema que permita aos pequenos terem seu espaço na rede social, desde que monitorados pelos pais.

De acordo com o jornal inglês The Guardian, o pedido de patente para o novo sistema foi feito pelo Facebook em novembro de 2012 e publicado na semana passada pelo Escritório de Patentes dos Estados Unidos. O sistema estaria em acordo com as normas da Lei de Proteção de Privacidade das Crianças na Rede do país, e deve seguir alguns requisitos essenciais, como a exigência que ao menos um responsável pelo menor tenha perfil na rede e que ele consiga comprovar a relação de parentesco ou guarda. O responsável teria direito a controlar o acesso da criança a conteúdo na rede, amigos e aplicativos.

Ainda de acordo com a publicação britânica, estima-se que 5,6 milhões de crianças abaixo dos 13 anos tenham cadastro no Facebook. Em 2012, a companhia retirou 800 mil perfis de jovens que não atendiam às exigências para inscrição. Apesar do indicativo, a adesão oficial dos menores à rede segue sem previsão, pois o sistema desenvolvido teria que ser aprovado pela Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos e adaptar-se às legislações específicas de diferentes países.

Conheça algumas redes permitidas para crianças:

YourSphere

Nessa rede, disponível apenas em inglês, a orientação é contrária aos sites tradicionais: maiores de 18 anos não podem entrar. Uma vez cadastrados, sob a supervisão dos pais, os usuários podem interagir, ter seu próprio blog e acesso a jogos.

Snapchat para crianças

O aplicativo que permite a troca de imagens, vídeo e textos que se autodestroem após serem visualizadas também tem sua versão para crianças. Ao preencher a data de nascimento no cadastro, usuários do Snapchat em iPhones menores de 13 anos automaticamente serão direcionados para a versão do aplicativo específica da sua idade, o SnapKidz. A versão não suporta o envio e o recebimento de mensagens, apenas salvá-las localmente no dipositivo

Club Penquin

Disponível em português, o site criado pela Disney que permite às crianças terem seu próprio avatar e permite uma interação limitada com outros usuários.

Fonte: http://zh.clicrbs.com.br/