É nosso cliente? Avalie-nos!

Operação Boas Compras – Fiscais na rua em todo o estado de SC

Por 13 de novembro de 2013Contábil/Fiscal

Mais de mil estabelecimentos do varejo devem ser fiscalizados em um único dia.

A Secretaria de Estado da Fazenda deflagrou na manhã de ontem – terça-feira (12/11), a Operação Boas Compras, que envolve cerca de 250 auditores fiscais em todo o Estado. A meta é visitar 1.200 estabelecimentos em diversos segmentos do varejo de rua (exclui shoppings). Participam da ação auditores fiscais dos 18 Grupos Especialistas Setoriais, das carteiras regionais de fiscalização e da Diretoria de Administração Tributária.

O objetivo central da Operação é promover a regularização fiscal do comércio antes do grande volume de vendas que deverá ser registrado por conta das vendas de Natal. Os estabelecimentos visitados, na maioria, foram pré-selecionados pelas Gerências Regionais da Fazenda. Os fiscais vão verificar o funcionamento dos programas aplicativos fiscais dos emissores de cupom fiscal, além das máquinas de cartão de crédito e débito.

Os postos de combustíveis também estão no âmbito da Operação. Serão verificadas as bombas, que devem estar interligadas com o sistema de controle da Fazenda Estadual.

Além do caráter de orientação, a Operação prevê penalidades para os comerciantes que estiverem intencionalmente irregulares. Caso não seja regularizado espontaneamente dentro do prazo estabelecido, o imposto sonegado será acrescido de 100% de multa, mais juros.

“Ao longo de 2013, a Fazenda promoveu diversas operações segmentadas, inclusive nos shoppings. O objetivo agora é verificar amplamente a regularidade do varejo das lojas de rua, que têm grande movimento na época que antecede o Natal. Essa é apenas a primeira etapa do trabalho, que mobiliza a presença fiscal em todo o Estado”, explica o secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni. Segundo ele, é dever da Fazenda promover a justiça fiscal, em respeito aos contribuintes que estão em dia com suas obrigações.

O gerente de Fiscalização da Fazenda, Francisco de Assis Martins, lembra que frequentemente a Secretaria orienta e atualiza os varejistas, por meio de suas entidades representativas. “Assim como os comerciantes sabem quais são suas obrigações, a Fazenda também sabe quais são os que agem corretamente e respeitam o consumidor”, completa.

Fonte: Assessoria de Comunicação da SEF/SC.

Via: http://www.itcnet.com.br