Risco de crédito: o que é e como funciona

Risco de crédito é um indicador que representa as chances de um cliente ficar inadimplente, ou seja, atrasar pagamentos. Isso afeta o fluxo de caixa de empresas e pode se tornar uma dor de cabeça.

Por isso, é necessário realizar gestão de risco de crédito, para mensurar as probabilidades de receber os devidos pagamentos de suas vendas.

Neste texto, você vai entender melhor do que se trata esse índice e de que maneira fazer uma gestão adequada de risco e de crédito.

O que é gestão de crédito e risco

É um processo que analisa o crédito para minimizar as chances ou os impactos de um cliente que não arca com o contrato proposto. Portanto, é uma prática muito importante para garantir o sucesso da sua empresa. Em síntese, visa diminuir riscos e garantir proteção de crédito.

Para realizá-la, o Serasa Experian aponta algumas ações:

  • Definir uma cultura de crédito consistente e alinhada ao mercado
  • Ensinar colaboradores a identificarem riscos
  • Administrar o fluxo de informações de crédito adequadamente
  • Simplificar a comunicação e aumentar a transparência

Além destes passos, existe uma metodologia chamada de “5 C’s do crédito”, que auxilia gestores a tomarem decisões assertivas quanto à concessão de crédito.

Os cinco Cs do risco de crédito

Trata-se de uma estratégia de análise dos clientes para diminuir a possibilidade de inadimplência. Os tópicos principais são:

  • Caráter: é a análise do histórico financeiro do cliente.
  • Capacidade: análise das condições de pagar a dívida.
  • Capital: análise do patrimônio líquido e inventário de quem solicita o crédito.
  • Colateral: análise das garantias oferecidas em troca do crédito.
  • Condições: análise da situação financeira atual e perspectivas de crescimento futuro.

Por que implementar gestão de risco de crédito?

Uma gestão eficiente de risco de crédito oferece vários benefícios para sua empresa, como por exemplo:

  • Melhor controle financeiro: sabendo quando e como o dinheiro entra em caixa, é mais fácil prever o crescimento da empresa e tomar decisões.
  • Controle de taxa de inadimplência: uma estratégia eficaz para que sua empresa saiba quantos e quais são os clientes inadimplentes, e o porquê de eles não conseguirem cumprir o combinado.
  • Critérios para concessão de crédito: com uma estratégia de gestão, sua empresa vai além da confiança na hora de conceder crédito. 
  • Equilíbrio do fluxo de caixa: com entrada consistente de dinheiro, é mais fácil manter o negócio em dia sem comprometer a relação com clientes.
  • Maior competitividade: com uma gestão eficaz, você não precisa movimentar dinheiro para investimento e desenvolvimento do negócio com os clientes inadimplentes.

Quais são os desafios dessa estratégia?

Entre os principais desafios de uma estratégia de gestão de risco está a dificuldade em acompanhar os dados dos clientes. Sejam questões relacionadas a armazenamento de dados, seja a emissão de relatórios ou as análises propriamente ditas.

Para tanto, é necessário ter sistemas flexíveis e tempo para elaborar e executar as avaliações de crédito.