É nosso cliente? Avalie-nos!

Nova tabela de Contribuição Previdenciária

Por 8 de agosto de 2011Trabalhista/Previdenciária

Portaria Interministerial MPS/MF nº 407/2011, dispõe sobre o reajuste dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social – INSS e dos demais valores constantes do Regulamento da Previdência Social – RPS.

A partir de 1º de janeiro de 2011 o salário-de-benefício e o salário-de-contribuição não poderão ser superiores a R$ 3.691,74 (três mil, seiscentos e noventa e um reais e setenta e quatro centavos), nem inferiores a R$ 540,00 (quinhentos e quarenta reais) nas competências de janeiro e fevereiro de 2011 e a R$ 545,00 (quinhentos e quarenta e cinco reais) a partir de 1º de março de 2011.

As demais faixas do salário de contribuição alteradas tem exigência a partir de julho/2011, conforme os valores constantes da tabela abaixo:

Salário de Contribuição (R$)

Alíquota – recolhimento ao INSS

Até 1.107,52

8,00%

De 1.107,53 até 1.845,87

9,00%

De 1.845,88 até 3.691,74

11,00%

O valor da cota do salário-família por filho ou equiparado de qualquer condição, até quatorze anos de idade, ou inválido de qualquer idade, a partir de 1º de janeiro de 2011, é de:

I – R$ 29,43 (vinte e nove reais e quarenta e três centavos) para o segurado com remuneração mensal não superior a R$ 573,91 (quinhentos e setenta e três reais e noventa e um centavos);

II – R$ 20,74 (vinte reais e setenta e quatro centavos) para o segurado com remuneração mensal superior R$ 573,91 (quinhentos e setenta e três reais e noventa e um centavos) e igual ou inferior a R$ 862,60 (oitocentos e sessenta e dois reais e sessenta centavos).

Assim, as faixas da nova tabela do salário de contribuição deverão ser aplicadas a partir da competência Julho/2011, mas o teto do salário de contribuição e as cotas do salário família, tem vigência a partir de 1° de Janeiro de 2011, em conformidade com a Portaria Interministerial n° 407/2011.

Fonte: ITC